RESULTADO CAMPEONATO NASCAR | ETAPA 2 PHOENIX-EUA

Postado em Atualizado em

GUILHERME DIAS FAZ BARBA, CABELO E BIGODE EM PHOENIX E SONHA COM O TOPO DA TABELA

Olá amigos e pilotos da LPVW BRASIL AV!

Após estréia no misto de Watkins Glen, a Nascar pega a estrada novamente e desembarca no short oval de Phoenix para a segunda etapa da competição realizada nesta quinta-feira 26/11. Com 20 pilotos em pista seguimos o protocolo de realização da sessão de pré-classificação e posteriormente a classificação oficial que teve o seguinte grid de largada:

Guilherme Dias1, Franco Alvarez2, Franklin Bispo3, Gabriel Santos4, Bruno Moreno5, Jardel Almeida6, Claudio Bardelli Jr7, Denyson Pastorini8, Matheus Melo9, Jesus Iglesias10, David Dorneles11, Thiago Gomes12, Luiz Felipe Zani13, Rafael Matsumoto14, Maedson Silva15, Márcio Adriano16, Reinaldo Pedro17, Édrino Rafael18, Rafael Lima19 e Gilmar Peixoto20

A corrida teve um total de 80 voltas divididos em três segmentos de 20/20/40 voltas que veremos a seguir.

Segmento 1:

Com os pilotos a postos, a bandeira verde foi acionada e com uma curva completada tivemos a primeira bandeira amarela da corrida com um incidente envolvendo o piloto Thiago Gomes. Na volta seguinte David Dorneles6 se perde na redução de velocidade e acaba colidindo contra Gabriel Santos5, ambos ficam ao contrário na curva e Reinaldo Pedro17 acaba batendo em Marcio Adriano16 que colide contra a mureta de concreto.

Como bandeira amarela chama bandeira amarela, mal tivemos uma corrida no primeiro segmento, mas as brigas entre Franco Alvarez1, Guilherme Dias2, Franklin Bispo3 e Luiz Felipe Zani4 chamaram a atenção pela noção de pilotagem e agressividade na medida certa até o momento em que o argentino caiu do servidor em plena décima primeira volta de prova deixando a liderança nas mãos de Guilherme Dias.

Com oito voltas em bandeira verde chegamos ao fim do primeiro segmento com as seguintes posições: Guilherme Dias1, Franklin Bispo2, Luiz Felipe Zani3, Bruno Moreno4, Denyson Pastorini5, Jardel Almeida6, Claudio Bardelli Jr7, David Dorneles8, Gabriel Santos9, Rafael Lima10, Rafael Matsumoto11, Thiago Gomes12, Reinaldo Pedro13, Márcio Adriano14 e Jesus Iglesias15. Maedson Silva16, Franco Alvarez17, Édrino Rafael18 e Gilmar Peixoto19 abandonaram a prova.

Segmento 2:

À frente no segundo segmento Guilherme Dias1 larga bem, recebe pressão e até um toque de Franklin Bispo2 que vê Luiz Felipe Zani3 mergulhar por dentro e ganhar a segunda posição na curva um. Com duas bandeiras amarela praticamente em sequência, lá se vai à metade do segmento com o acidente de Thiago Gomes9, David Dorneles10 e Reinaldo Pedro12.

Com o recomeço da prova para os momentos finais Bruno Moreno4 deixa Franklin Bispo3 se distanciar e antes mesmo da bandeira verde ganha aproximadamente 30 km/h a mais de velocidade e com isso ganhando as posições de Franklin3 e Zani2. Com a desaceleração repentina para tomada da curva um Zani perde o ponto de frenagem bate em Moreno, leva um porta-a-porta de Franklin que sem espaço perde aderência, quase roda na curva um e é acertado por Gabriel Santos.

Sem bandeira amarela com o incidente, Guilherme Dias1 abre mais de meio segundo sobre Bruno Moreno2 e Denyson Pastorini3. A seis voltas do fim Jardel Almeida4 faz bonita ultrapassagem em Pastorini que não consegue reaver a posição. Com ritmo diferenciado de corrida Guilherme Dias vence mais um segmento tendo Bruno Moreno2, Jardel Almeida3, Denyson Pastorini4, Luiz Felipe Zani5, Rafael Matsumoto6, Rafael Lima7, Gabriel Santos8, Franklin Bispo9, Thiago Gomes10, Reinaldo Pedro11, David Dorneles12, Claudio Bardelli Jr13, Jesus Iglesias14 e Márcio Adriano15. Neste segmento nenhum piloto abandonou a corrida.

Segmento 3:

No inicio do segmento Rafael Lima5 levou punição de stop & go ao se precipitar na re aceleração e tocar na traseira de Denyson pastorini2 criando um enrosco e fazendo com que Guilherme Dias1 abrisse vantagem de sete décimos. Claudio Bardelli Jr7 que chegou a estar duas voltas atrás do líder consegue fazer prova de recuperação e em um momento de decisão na volta quarenta e oito mergulha por dentro na curva três e desloca Gabriel Santos6 que vai lamber a mureta e por fator desconhecido abandona a prova quatro voltas depois.

A vinte sete voltas do fim Jardel Almeida4 tenta mergulhar por dentro na entrada da reta principal para ganhar a posição de Denyson Pastorini3, mas perde tração, roda e bate na mureta ficando ao contrário na reta principal e em situação de extremo perigo para os demais competidores onde mais uma vez tivemos a entrada do safety car na pista. Após a re largada Claudio Bardelli Jr faz ultrapassagem em cima do líder Zani, desconta uma volta e mais uma bandeira amarela é acionada devido à lentidão de Márcio Adriano na parte interna da reta. Assim que a prova recomeçou Jardel Almeida4 faz linda ultrapassagem em Gabriel Santos3 por fora na curva um, mas sem querer reduz para a marcha errada e estoura o motor dando adeus etapa.

Nos momentos finais da prova Rafael Matsumoto3 deixa espaço na tangência da curva um e Guilherme Dias4 mergulha para ganhar a posição, mas um toque entre os dois acontece fazendo com que Matsumoto perca o controle indo para faixa de rolagem. Logo atrás, Bruno Moreno6 para não bater desvia, mas Denyson Pastorini7 grudado o toca, onde ambos batem forte na mureta. A oito voltas do fim Guilherme Dias já na segunda colocação pressiona Luiz Felipe Zani que espalha na tangência e perde a liderança da prova. A menos de duas voltas do fim Claudio Bardelli Jr3 chama Zani2 na chincha e ambos acabam batendo e provocando a última bandeira amarela da corrida que mantêm as posições inalteradas com Guilherme Dias1 fazendo barba, cabelo e bigode, Franklin Bispo2, Luiz Felipe Zani3, Rafael Matsumoto4, Bruno Moreno5, Rafael Lima6, Thiago Gomes7, Claudio Bardelli Jr8, Jesus Iglesias9 e Reinaldo Pedro10. David Dorneles11, Márcio Adriano12, Denyson Pastorini13, Jardel Almeida14 e Gabriel Santos15 abandonaram este segmento.

Logo após o fim da corrida, o piloto Franklin Bispo enviou a organização um formulário de protesto reivindicando punição ao adversário Bruno Moreno pela queima de re largada do segundo segmento e mediante os fatos constatados em replay, houve alteração no resultado final da prova. Jardel Almeida acabou sendo desclassificado da etapa por não enviar o log de corrida para análise. Os 1.609 metros de extensão do short oval de Phoenix e suas três curvas no sentido horário trouxeram muitas emoções, alguns incidentes e os resultados você confere a seguir:

:: PÓDIO / RESULTADO FINAL (APÓS ANÁLISE) / PUNIÇÃO ::

:: CLASSIFICAÇÃO CAMPEONATO DE PILOTOS/EQUIPES ::

A próxima etapa da Nascar Cup Series LPVW será realizada na próxima quinta-feira dia 03/12 no Speedway do Texas/EUA.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.