RESULTADO CAMPEONATO NASCAR | PRÉ-TEMPORADA TALLADEGA-EUA

Postado em Atualizado em

FRANCO ALVAREZ HERDA VITÓRIA NA PRÉ-TEMPORADA DA NASCAR EM TALLADEGA

Olá amigos e pilotos da LPVW BRASIL AV!

Após 25 dias de preparativos e 36 pilotos inscritos, no dia 12/11 quinta-feira a Nascar deu as caras na LPVW BRASIL no Superspeedway de Talladega/Estados Unidos para o evento de pré-temporada que deu boas-vindas a pilotos já consagrados da liga e também aos rookies que fazem estréia e buscam espaço.

Ao todo 24 pilotos participaram das sessões de pré-classificação e classificação oficial, porém destes apenas 23 foram para corrida de 120 voltas dividida em três segmentos de 30, 30 e 60 voltas.

Segmento 1:

Logo no início da prova vários pilotos não souberam fazer o posicionamento de fila dupla para largada o que acarretou transtorno e mudança de estratégia para alguns outros que acabaram sofrendo punição indevida do jogo.

Denyson Pastorini largou na pole position com tranqüilidade e antes mesmo de completar a passagem pela reta oposta já percebia no mapa a formação de dois pelotões que mostrava como seria o decorrer do evento. Com menos de duas voltas, a primeira bandeira amarela foi acionada após incidente entre os pilotos de Jean Kubica e Reinaldo Pedro, o que reagrupou todo o grid novamente possibilitando um novo inicio.

Muitos pilotos se destacaram neste primeiro trecho da corrida e procuraram se manter sempre competitivos para não se envolver em enroscos, mas nem tudo o que foi treinado veio para pista e cinco bandeiras amarelas marcaram as voltas iniciais da prova o que deixou alguns pilotos em boas situações de disputas como, Claudio Bardelli Jr1, Jardel Almeida2, Tiago Gomes3, Franco Alvarez4, Jesus Iglesias5, Vitor Villeroy6, Maedson Silva7, Franklim Bispo8, Ruthem Berger9 e Matheus Melo10.

Outros pilotos como Rafael Matsumoto, Denyson Pastorini e Reinaldo Pedro perderam muitas posições causadas por punições diversas do jogo, mas em situação muito melhor à de Luiz Felipe Zani, Édrino Rafael, Fernando Alves e Guilherme Dias que abandonaram a prova.

Segmento 2:

Com três voltas em Bandeira Verde surge o primeiro incidente entre os pilotos Pedro Lotti, Felipe Bassani e Claudio Bardelli Jr. Talladega a partir daí começou a selecionar quem de fato sobreviveria e iria para parte final da prova.

Vinte cinco voltas depois Claudio Bardelli Jr1 termina novamente um segmento a frente, seguido por Thiago Gomes2, Franco Alvarez3, Vitor Villeroy4, Matheus Melo5, Márcio Adriano6, Pedro Lotti7, Jean Kubica8, Bruno Moreno9, Denyson Pastorini10, Rafael Matsumoto11, Reinaldo Pedro12, Maedson Silva13 e Ruthem Berger14. Já quem não deu sorte foram Franklin Bispo, Jesus Iglesias, Jardel Almeida e Felipe Bassani que deram a Deus as disputas.

Segmento 3:

Praticamente com quase metade do grid fora das disputas, o terceiro segmento foi marcado por não ter nenhuma entrada do safety car em pista e pelas paradas de box em bandeira verde que mudaram a cara da corrida.

Após última troca de pneus e reabastecimento duas brigas de cachorro grande aconteceram entre os pilotos Vitor Villeroy3 e Thiago Gomes4 pelo último lugar do pódio e também entre o argentino Franco Alvarez1 que chegou a colocar quase 7 segundos sobre Claudio Bardelli Jr2 na briga pela vitória.

Nas voltas finais Franco Álvares começou a ver a diferença que tinha cair drasticamente por estar sozinho na liderança, pois Bardelli encontrará pelo caminho Matheus Melo que o ajudou a criar zona de vácuo e ganhar em média um segundo por volta. Nos momentos finais Bardelli encosta de vez e reveza a liderança da prova algumas vezes com Franco Alvarez, até que um enrosco na volta final tira o brilho da disputa em que o argentino tenta o bote para cima de Bardelli na reta oposta por fora, que tira seu espaço e acaba se chocando contra a mureta e perdendo velocidade na disputa. Mais a frente na tangencia da curva três Bardelli deixou o carro espalhar demais para cima de Franco Alvarez que já estava mais veloz na linha externa e perdeu por 60 milésimos a conquista do primeiro lugar.

Logo após o fim da corrida, o piloto argentino enviou a organização um formulário de protesto reivindicando punição ao adversário pelo acontecido e mediante os fatos constatados em replay, houve alteração no resultado final de ambos.

Os 4.281 metros de extensão do tri-oval de Talladega e suas três curvas no sentido anti-horário trouxeram muitas emoções, alguns incidentes e os resultados você confere a seguir:

:: PÓDIO / RESULTADO FINAL (APÓS ANÁLISE) / PUNIÇÃO ::

A primeira etapa oficial e valendo pontuação da Nascar Cup Series LPVW será realizada na próxima quinta-feira dia 19/11 no Circuito de Watkins Glen/EUA.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.